As capas clássicas dos livros da Série Vaga-Lume, da Editora Ática (décadas de 1970/1980/1990)

[EM CONSTRUÇÃO]


No final do ano de 1972, José Adolfo Granville Ponce, na época editor da coleção Ensaios, propôs ao proprietário da editora Ática, Anderson Fernando Dias, a ideia de criar uma coleção para o público jovem, visando o aproveitamento dos livros para a leitura nas escolas, numa proposta paradidática. Surgia assim, com a direção de Jiro Tahahashi, a consagrada Série Vaga-Lume. A proposta da série, conforme descrita, em algumas das contracapas dos livros era: "Para despertar e criar o gosto pela leitura. Histórias emocionantes, cheias de ação, uma linguagem simples e direta. Fartamente ilustradas. Todos os títulos com um Suplemento de Trabalho especial."

Os dois primeiros livros, A ilha perdida e Cabras das Rocas, foram publicados no começo de 1973. No mesmo ano, dois outros livros que haviam sidos publicados no ano anterior na Série Bom Livro, passaram a integrar o catálogo da coleção: Coração de Onça e Éramos seis. Do primeiro livro publicado em 1973 até o último título inédito lançado em 2008, O mestre dos games (de Afonso Machado), foram 104 títulos de muita emoção, ação, aventura e suspense! E quem foi estudante na década de 1980 e 1990 sabe o que essa coleção significou. Basta olhar o tanto de artigos saudosistas que existe na web. Ela foi o estopim para muitos leitores inveterados, hoje com seus trinta/quarenta/cinquenta anos. Pois é, a série está a mais de 40 anos no mercado editorial brasileiro!

Apesar de ser publicada até os dias atuais, muito dos livros que passaram pela coleção já saíram de seu catálogo. Em uma visita no site da editora, em maio de 2014, foi constatado 68 dos 104 títulos publicados. Ah, e por volta de 1999, a Vaga-Lume ganhou um irmãozinho: a Série Vaga-Lume Júnior, direcionada para um público mais infantil do que os leitores adolescentes da Vaga-Lume. Essa nova série conta com mais de 20 títulos no catálogo, inclusive dois que pertenceram a série Vaga-Lume durante muitos anos: A ilha perdida e Na mira do vampiro.

Foi por volta dessa época também que a Vaga-Lume começou a mudar o layout de suas capas para um estilo mais atual. As ilustrações da capa continuaram as mesmas, mas o título do livro, do autor (a), da editora, da coleção e o contorno em volta da ilustração tentou passar um visual mais clean, mais moderno, com cores mais vibrantes. Ambos os layout são criações de Ary Almeida Normanha. Nessa postagem do Capas de Livros Brasil, ficaremos somente com as capas clássicas, aquelas da década de 1970/1980/1990. Por conta disso, os livros publicados na coleção após 1996 não poderão ser vistos aqui. Numa postagem posterior, mostraremos as capas dessa época (final da década de 1990 e década de 2000) e aí esses livros serão incluídos. No final da postagem, mencionarei os títulos que ficaram de fora. Então, apreciemos...

Capas dos livros da série Percy Jackson e os Olimpianos, de Rick Riordan


E se os deuses do Olimpo estivessem vivos no século XXI? E se eles ainda se apaixonassem por mortais, com os quais tivessem filhos que pudessem se tornar heróis?
[orelha O ladrão de raios, edição 2008]


Percy Jackson & os Olimpianos (Percy Jackson & the Olympians) é uma série de cinco livros de fantasia e aventura do escritor americano Rick Riordan (1964-), direcionados ao público juvenil.

Com uma mistura de mitologia grega, aventura e tempos modernos, a saga narra a história de Percy Jackson, um garoto que aos doze anos de idade descobre que seu pai é Poseidon, um dos deuses do Olimpo grego. Percy é informado que todos os seres mitológicos da Grécia antiga vivem nos Estados Unidos, mas os humanos comuns não percebem devido à Névoa, uma aura mágica que manipula os pensamentos e memórias dos mortais. Mas o semideus corre perigo, já que os filhos dos deuses são odiados por todos aqueles monstros mitológicos fantásticos. Para sua proteção e treinamento, ele é enviado para o Acampamento Meio Sangue, onde conhece muitos outros filhos de deuses, entre eles, Annabeth Chase, filha da deusa Atena.

Os cinco livros da série são: O ladrão de raios (2005, The lightning thief), O mar de monstros (2006, The sea of monsters), A maldição do titã (2007, The titan's curse), A batalha do labirinto (2008, The battle of the labyrinth) e O último olimpiano (2009, The last Olympian).

Devido ao sucesso da série, Rick Riordan iniciou uma nova série chamada Os heróis do Olimpo, trazendo novas aventuras de Percy Jackson, apresentando novos semideuses e introduzindo os mitos romanos. Para ver as capas dessa série, acesse [link].


Compre no

Capas de livros de colorir para adultos

[EM CONSTRUÇÃO]



Em 27 de novembro de 2014, a editora Sextante lançava no Brasil uma novidade: um livro de colorir destinado ao público adulto. Era o Jardim Secreto, da ilustradora escocesa Johanna Basford. Com o subtítulo de "livro de colorir e caça ao tesouro antiestresse", já que além das figuras para colorir o livro trazia "estratagemas" criadas pela autora para serem descobertos pelos pintores, o livro logo se tornou best-seller no país, alcançando o primeiro lugar nas listas dos livros mais vendidos de não ficção. A partir daí, o mercado editorial brasileiro sofreu em 2015 uma verdadeira "invasão/avalanche" de dezenas de títulos de várias editoras, aumentando a venda não só nas livrarias mas também nos estabelecimentos que vendem lápis de cor. 

Com subtítulos como "antiestresse" ou "arte terapia" são títulos dos mais variados temas: jardins, florestas, cidades/países, mandalas, religiões, mitologias, animais, modas, artes, entre muitos outros. O Capas de Livros Brasil não poderia deixar de trazer uma postagem com as capas que estão aí no mercado fazendo a cabeça dos aprendizes de pintura brasileiros. Decidi separar por temas, indicando na legenda da foto o título, o artista que criou as ilustrações e a editora. Clique nas imagens para vê-las ampliadas.

Capas dos livros da Coleção Saraiva, da Editora Saraiva

[EM CONTRUÇÃO]


A Coleção Saraiva é uma seleção de livros nacionais e estrangeiros publicados pela Editora Saraiva do final da década de 1940 até o começo da década de 1970.

Uma vez por mês, a partir de julho de 1948, era comercializado um livro pelo inovador (na época) sistema de assinaturas, criado alguns anos antes pelo Clube do Livro. A coleção, que chegou a 287 volumes de 232 títulos diferentes (já que alguns títulos eram divididos em 2 ou mais volumes), tinha um forte apelo popular, o que se pode notar por suas capas com belas ilustrações coloridas, em sua maioria criação do ítalo-brasileiro Nico Rosso (ele desenhou as capas e contracapas do Nº 21 até o Nº 287, o último da coleção, em maio de 1972). Impresso no formato de livro de bolso, com papel de uma qualidade barata, a coleção conseguia um preço mais popular, alcançando um grande número de leitores de várias classes sociais. A coleção foi um sucesso nas décadas de 1950 e 1960, saindo com tiragens altíssimas para a época de 50 mil exemplares.

Segue abaixo, as capas dos livros da coleção...



Capas da série Terapia, Paulus Editora

EM CONTRUÇÃO

A série Terapia, da Paulus Editora, traz pequenos livros de autoajuda com mensagens inspiradoras que procuram conduzir o leitor para uma vida mais espiritual e saudável. Além do texto edificante, os livros da coleção trazem belíssimas e edificantes ilustrações criadas pelo americano R. W. Alley, cujos personagens são pequenos elfos (duendes, gnomos) que se envolvem nas mais variadas situações humanas.

A série Terapia é a versão brasileira da consagrada coleção americana Elf-Help Books, publicada pela editora Abbey Press. Apesar de todas ilustrações serem de autoria de R. W. Alley, os textos foram escritos por várias mãos. A série é um sucesso mundial a quase 30 anos, já que o primeiro volume, Be good-to-youreself therapy (de Cherry Hartman), foi publicado em 1987.

Apesar do texo simples e das ilustrações darem a entender que os livros sejam infantis, eles são direcionados para os adultos. A partir de 1998, a editora americana iniciou uma nova série com os elfos, Elf-Help Books for Kids, direcionados especialmente para as crianças. No Brasil, essa nova série também foi publicada pela Paulus Editora com o nome de Terapia Infantil.

Conheça a partir de agora os títulos e suas respectivas capas dos livros da coleção. Lembrando que alguns títulos foram publicados entre 1996 e 2002 comm uma capa mais simplista, enquanto que a partir de 2005 até hoje é publicado em capas cujo layout são troncos de uma árvore contornando toda a capa.